quinta-feira, 10 de julho de 2014

Você Quer Nadar de Armadura?

Certamente todo mestre já precisou fazer essa pergunta a um jogador, que por alguma razão não desejava que seu personagem retirasse sua armadura completa antes de pular dentro d’água.

O bom senso diz que nadar de armadura de metal é impossível, ou pelo menos extremamente difícil. Mas para aqueles que precisam de mais provas do que o simples bom senso, sempre dá pra mostrar um registro em vídeo.

Sim, vídeo! No vídeo abaixo, Michael K. Bergstrom, um praticante de artes marciais medievais do Alaska, faz um teste prático tentando responder à velha questão do título desta postagem:

Ele faz o primeiro teste em uma piscina de 1,5m de profundidade. Assim, ele consegue ficar de pé quando deseja, sem perigo. Mas quando tira os pés do fundo e tenta nadar de fato, ele é totalmente incapaz de se manter flutuando adequadamente. Sem flutuação, nadar é uma coisa muito perigosa: você não consegue tirar a cabeça para fora da água, e portanto, não tem como tomar fôlego extra.

Pelo vídeo, a conclusão que se chega é que alguém suficientemente forte para puxar seu peso mais o da armadura sob a água com os braços, e capaz de prender a respiração por tempo o suficiente, teria condições de chapinhar com dificuldade para fora d’água se necessário, se a distância a ser percorrida não for muito longa. Mas nadar mesmo, com segurança e por um tempo mais longo, sem chances.

Michael Bergstrom chega mesmo a cogitar que com a força necessária e com muita prática alguém talvez fosse capaz de nadar melhor de armadura. Mas a realidade é que ninguém treinaria nado de armadura, em nenhuma condição.

O segundo teste é ver se é possível atravessar um trecho de água de grande profundidade andando pelo fundo. Ele o faz com o auxílio de um tanque de oxigênio, para não se afogar. O teste é ver se é possível saltar até a superfície, o que permitiria pegar fôlego extra e continuar o caminho.

Bem, definitivamente ele não consegue. O peso da armadura é demais para que ele tenha impulso para atingir a superfície, o que sem o tubo de oxigênio significaria morte certa. è possivel notar também que ele chega mesmo a ter dificuldade para subir a inclinação para sair da água, o que seria outro problema na tentativa de cruzar a água pelo fundo.

E não podemos esquecer de que em rios e lagos, o fundo não raro é lamacento, podendo fazer pés afundarem e ficarem “presos” pela sucção, e o peso da armadura tornaria mais difícil soltá-los. Mesmo em trechos rasos, o fundo de um rio é escorregadio, e cair na água com o peso de uma armadura sob um piso escorregadio, sem ter tido tempo de pegar fôlego, pode resultar em um final trágico.

O teste do vídeo é feito com uma armadura de placas, mas uma cota de malha também ofereceria dificuldades similares, já que também é pesada e diminui bastante a flutuação do corpo humano.

Enfim, um, vídeo bastante interessante e didático para se contastar visualmente uma dificuldade bastante óbvia, mas que nem por isso deixa de ser contestada eventualmente.

Um comentário:

  1. Eu não vou decorar essa magia!
    Ppfffhhss** Respirar na água...

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...