quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Faça Você Mesmo: Verme Púrpura!

Apesar de ainda não ter terminado de dar dicas sobre pinura de miniaturas, existem várias miniaturas que eu fiz e que ainda não mostrei a vocês. Logo, mais uma pausa no assunto para mostrar outra criação.

Continuo não me aventurando nas figuras humanóides, mas e daí? Isso não é problema, há centenas de monstros disformes e simples de se fazer no D&D!

Então, hoje irei explicar como fiz uma das minhas mais recentes criações e também que me deixa mais orgulhoso: o Verme Púrpura!

Materiais:

- papel alumínio
- um CD velho
- um lacre de sacola
- cascalho de maquete
- massa de biscuit
- cola branca
- tinta acrílica
- verniz acrílico spray
- estilete ou estecas e barbante grosso
- pincéis

Como fazer:

Como sempre, eu optei por fazer um esqueleto para a miniatura, que não só ajuda a esculpir a massa na forma desejada, como também economiza massa e deixa a miniatura um pouco mais leve. Nesse caso, utilizei algumas folhas de papel alumínio para fazer um cilindro e moldá-lo na posição que desejava o verme.

GDSC0038 Não é necessário compactar o papel alumínio.

GDSC0039

Eu escolhi fazer o verme erguido, saindo do chão, similar à miniatura de verme púrpura da coleção de D&D Miniatures.

Em seguida, é necessário cobrir o esqueleto de papel alumínio com a massa. O CD será utilizado para fazer a base do verme, então já use a massa para fixar o verme na base. Escolhi um CD porque o verme púrpura é um dos maiores monstros do D&D, então a escala de tamanho da base fica quase perfeita.

Nesse ponto não há muita necessidade de se preocupar com detalhes, apenas cubra todo o papel com a massa e deixe secar. Papel aluminio é algo que pode ser compactado praticamente ao infinito, então tome cuidado para não esmagar o esqueleto que você construiu. Use-o apenas como base para formar um “esqueleto” com a massa. Feito isso, deixe secar.

O “lacre de sacola” que coloquei na lista de materiais é uma peça usada em algumas lojas para fechar as sacolas de compras. No meu caso consegui uns na loja onde compro as minhas tintas, e ele se parece com isso aqui:

Boca do Verme Essa peça não é necessária, é algo totalmente opcional. Eu utilizei ela para criar a boca do meu verme (que ficou com uma aparência bem legal), mas você pode esculpir a boca completamente.

Quando a primeira camada de massa sobre o papel alumínio estiver seca é hora de começar a aplicar a segunda camada, sobre a qual serão esculpidos os detalhes do monstro.

Se for utilizar o lacre de sacola para fazer a boca do monstro, é nessa hora que você utilizará a massa para fixá-lo na estrutura. Pense no formato que terá a “cabeça” do verme, pois será necessário esculpí-la agora (e esta incorporará a boca também).

Na descrição do verme ele é uma grande minhoca com uma boca cheia de dentes. Sendo assim, o corpo é simples, cilíndrico, com vários “anéis” ou “segmentos” ao longo de seu comprimento. Use um estilete ou estecas para esculpir os detalhes e vincos que marcam os segmentos do corpo. Uma dica legal de como fazer isso é utilizar um barbante grosso para enrolar ao redor do corpo, marcando o vinco de cada segmento e depois apenas ajeitar com uma esteca (isso facilita não errar o círculo).

Para a cabeça eu optei por não seguir a ilustração clássica do AD&D nem a aparência do D&D 3.5, mas ao invés disso me inspirei nos Vermes de Areia do filme Duna. Esculpi a cabeça em torno do lacre de sacola, e coloquei alguns dentes a mais para dar o aspecto terrível que a boca precisa ter.

Pela descrição do Livro dos Monstros, o verme púrpura também possui um ferrão na ponta da cauda, que não está presente na miniatura de D&D Miniatures. Como esse é um dos principais e mais terríveis ataques do monstro, achei que ele deveria estar presente. Assim, moldei a caudado monstro com a massa de biscuit, com oferrão presente na ponta, e coloquei ele sobre a outra extremidade do CD como se a cauda do monstro também estivesse saindo do chão e metade do corpo estivesse enterrado.

GDSC0043 GDSC0047 Como podem ver nas fotos acima, esculpi também pequenas pedras em volta de onde o corpo do verme sai do chão (e algumas outras espalhadas pela base), para dar um acabamento melhor na figura.

Também cometi um erro que você devem evitar: cobri todo o CD com a massa de biscuit. Essa massa encolhe quando seca, e com isso o CD acabou empenando! O ideal é utilizar massa corrida para esconder o CD, ou então apenas pintar e cobrir com outra coisa depois.

Agora que a escultura está pronta, deixe secar, e após isso, pode começar a pintura. Para pintar, eu utilizei um primer preto, e após secar apliquei uma camada base vermelho escuro no corpo.

Verme Púrpura base (1) Em seguida, após a camada base secar, pintei o corpo de violeta, o interior da boca de vermelho, os dentes e ferrão de cor de pele (fica com um aspecto amarelado, melhor do que usar branco), e as pedras de cinza.

Purple (1) Depois, utilizei as tecnicas de washing e drybrush para melhorar o aspecto da pintura como um todo. Washing preto na peça inteira, para salientar os vincos e reentrâncias, e drybrush em tons de vermelho na boca, e cinza claro nas pedras.

Como o monstro está saindo do chão a base passa a ser parte muito importante na composição dessa miniatura. Para dar a aparência de ilusão de chão e não de uma simples base de miniatura, utilizei o cascalho maquetes. è bem simples,passe cola na base, onde deseja que o cascalho fique preso, e em seguida cubra toda a base com o cascalho. Cuidado apenas para não colar cascalho onde ele não deve ficar.

Após o cascalho secar, dê uma leve batida na base, com ela de lado, para sair o excesso, e a peça está pronta. Apliquei verniz em spray, primeiro brilhante e depois fosco, para proteger bem a peça.

O resultado final da miniatura:

Verme Púrpura Final Com o empenamento da base já devidamente corrigido (ou quase).

Verme Púrpura Final (1)Verme Púrpura Final (2)Verme Púrpura Final (3)Comparando com uma miniatura média de DDM para perceber a relação de tamanho:

Verme Púrpura Final (4)

Grande o suficiente para aterrorizar os jogadores quando colocá-lo na mesa! A parte mais difícil agora vai ser escolher qual o próximo monstro a ser feito…

13 comentários:

  1. Se o verme púrpura morder o vampiro ele leva level drain?

    ResponderExcluir
  2. Cara, muito massa! Tu tem habilidade pra fazer essas coisas, daqui a uns dias já tá fazendo um Cthulhu pra gente ver!!!

    ResponderExcluir
  3. Igor, seu verme púrpura está ótimo! Me inspirou a preparar um projeto (longínquo) de um tambem, além de me mostrar apontamentos para tal.

    De parabéns!!!

    ResponderExcluir
  4. Muito obrigado a todos pelos elogios. Quando comecei esse achei que ia ficar uma droga, mas acabou ficando um dos melhores que fiz até agora!

    @INapta: Morder pra quê, se ele pode engolir inteiro!

    ResponderExcluir
  5. Caramba Corvus, tu estas ganhando nível de artesão rápido heim, parabéms, ficou muiro bonito.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Show de bola!!! Nas fotos da pra ver que ele está muito bem pintado e texturizado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu! E olha que nem tá tão bem texturizado assim não, é só impressão.

      Excluir
  8. Eu me aventurei hoje a fazer um verme do gelo mas usei uma técnica diferente

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...