terça-feira, 28 de abril de 2015

Sobre Dinossauros

Ultimamente tenho pensado bastante no uso de dinossauros em jogos de RPG de fantasia. A verdade é que eu tenho sentimentos conflitantes a respeito do uso de dinossauros em jogo.

Primeiro de tudo, uma coisa tem de ser deixada bem clara: dinossauros são legais. Ponto. Nós aprendemos a amá-los desde criança, e é difícil deixar isso de lado.

Em segundo lugar, dinossauros são um clássico da literatura de aventura na qual muito do D&D é inspirado, desde a ideia de um “mundo perdido”, uma parte do mundo atual onde criaturas pré-históricas ainda habitam, como em Viagem Ao Centro Da Terra, escrito em 1864 por Julio Verne, ou O Mundo Perdido, de 1912 e escrito por Sir Arthur Conan Doyle, até na prórpia fantasia pulp sword & sorcery, onde Conan encontra um “dragão” que nada mais é que um dinossauro sobrevivente de eras pré-hiborianas, no conto de Robert E. Howard Red Nails, publicado em 1936.

No entanto, ao mesmo tempo que eu gosto deles, acho que simplesmente jogar dinossauros contra os jogadores como se fossem monstros comuns é meio sem graça. Não sei, com tantos monstros estranhos, tratar os dinossauros como apenas mais um deles é ao mesmo tempo frustrar os jogadores (afinal, eles querem matar dragões, não triceratopes) e tirar dos dinossauros sua devida importância. Usar dinossauros dessa maneira dá a impressão do mestre estar sendo preguiçoso, incapaz de pensar num monstro “de verdade” pro jogo.

Por isso mesmo acho que dinossauros são melhor usados na temática do “mundo perdido”. Veja, eles não são inteligentes, não no nível humano, então eles precisam de alguma forma se integrar no ecossistema, como qualquer criatura selvagem. Que modo melhor do que se houver um ecossistema pré-histórico perdido em algum lugar do mundo?

E essa temática pode sempre ser aproveitada para dar todo um clima diferente a uma aventura, fazendo os jogadores saírem da sua zona de conforto (a tradiconal dungeon) e criando encontros inesquecíveis destes com os dinossauros. Certamente isso fará da experiência dos jogadores com os dinossauros muito mais significativa e divertida.

Mas não é só porque estamos usando dinossauros que a alta fantasia precisa ficar de lado. E se neste “mundo perdido” um grupo de homens primitivos precisa da ajuda dos aventureiros para se defender de uma tribo de homens-lagarto que usam as feras pré-históricas como bestas de guerra treinadas? Quão impactante seria para os personagens dos jogadores confrontarem caravanas de anquilossauros de carga, cavalarias ligeiras de velociraptores, cargas de triceratopes que funcionam como verdadeiros tanques de guerra montados, e máquinas de cerco ambulantes sobre apatossauros?

Enfim, acho que dinossauros podem ser usados de maneira criativa, como feras terríveis e únicas, que ficarão marcadas na memória dos jogadores. Basta o mestre se esforçar um pouquinho e encaixar melhor estas criaturas dentro do conceito de suas aventuras.

3 comentários:

  1. Todo mundo adora dinossauros! Fato universal!

    Ja pensei muito sobre eles tmb, ate pq uso miniaturas e é muito barato comprar brinquedos de dinos com 10 pila.

    Na minha campanha atual de D&D Next eu inseri um T-REX no meio de uma floresta inexplorada, ele e um king kong disputam
    constantemente a "comida" floresta.

    O que fiz pra tornar a coisa mais fantasiosa e intrigante foi conceder habilidades diferentes aos monstros.

    O gorilão conseguia colocar o corpo em chamas e atirava rochas e troncos de arvores flamejantes, e queimava boa parte da floresta.

    O T-REX era radioativo. Ele possuia espinhos nas costas que usava como projeteis em área, e tanto sua mordida como seu hálito eram corrosivos.

    O grupo ficou todo cagado na luta contras os 2 monstros, mas o T-REX morreu, o gorilão nao =(

    Outra forma que usei dinos foi através de um povo humanoide q era baseado nos dinos, tipo a familia dinossauro, so q com pegada mais seria.

    tipo assim: http://fc03.deviantart.net/fs70/i/2014/039/f/1/triceratops_humanoid_by_raph04art-d75l5fx.jpg

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, homens-dinossauro também estão presentes no D&D através dos saurials de Forgotten Realms.
      E o lance das miniaturas é uma verdade; pretendo falar disso mais pra frente.

      Excluir
  2. me lembrei dos herculoids, auquele desenho do hana barbera

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...